Procedimento Concursal

2022-54

2022

54

2022-03-14

2022-03-28

• Conteúdo Funcional - “Organiza as atividades da divisão, de acordo com o plano de atividades definido e procede à avaliação dos resultados alcançados; distribui, orienta e controla a execução e qualidade técnica do trabalho produzido, assegurando a gestão dos trabalhadores integrados na divisão e a prossecução das atribuições previstas na Estrutura Flexível dos Serviços do Município do Porto.” • Compete ao Chefe da Divisão Municipal de Talento e de Promoção da Empregabilidade a prossecução das seguintes atribuições e competência: “a) Promover a captação e a retenção de talento em domínios que promovam a atração de investimento e a dinamização da economia da Cidade e da região; b) Fomentar a qualificação e requalificação dos recursos humanos nas áreas mais estratégicas para os investidores e para as empresas estabelecidas, privilegiando setores de maior valor acrescentado para a economia local; c) Desenvolver ações centradas no reforço e alinhamento do ecossistema Empresas |Instituições de Formação e Educação |Talento; d) Fomentar e apoiar projetos estratégicos e disruptivos que promovam o desenvolvimento de competências chave nos indivíduos (“future skills”), tendentes a acelerar a transição e maximizar o desenvolvimento económico no contexto da economia digital; e) Promover ações de comunicação que reforcem a visibilidade e o reconhecimento do Talento do Porto em setores chave e diferenciadores, às escalas local, regional, nacional e internacional; f) Promover a integração e representação da estratégia Porto For Talent em ações e redes europeias e internacionais, contribuindo para a afirmação do Porto como território de referência na gestão dos desafios relacionados com o Talento; g) Fomentar a captação, desenvolvimento e retenção de Talento em áreas centrais para a atração de investimento e a dinamização da economia da cidade e da região (em estreita articulação com a DM Invest Porto); h) Contribuir para a criação e disseminação de conhecimento estratégico relacionado com as dinâmicas do Talento (em estreita articulação com o GIEE); i) Desenvolver ações inovadoras no âmbito da formação e do desenvolvimento vocacional e de carreira ao longo da vida; j) Implementar e/ou acompanhar ações de promoção da empregabilidade; k) Apoiar e orientar as pessoas para a responsabilização e autonomia na tomada de decisão nas diferentes dimensões da vida profissional; l) Promover o desenvolvimento de competências pessoais transversais para facilitar a integração no mercado de trabalho, o conhecimento integrado do mercado de trabalho; m) Assegurar o funcionamento da Cidade das Profissões.” • Formação Académica – Licenciatura. • Experiência Profissional - Adequada à missão do serviço e ao conteúdo funcional do cargo de direção a prover. • Competências - As previstas nos artigos 15.º e 16.º da Lei n.º 49/2012, de 29 de agosto, na sua redação atual, e materializadas nas seguintes competências comportamentais: Planeamento e organização, Otimização de recursos, Liderança e gestão de pessoas e Decisão. • Requisitos de Admissão - O previsto no n.º 1 do art.º 20.º da Lei n.º 2/2004 de 15 de janeiro, na sua atual redação, adaptada à administração local pela Lei n.º 49/2012, de 29 de agosto, “os titulares dos cargos de direção intermédia são recrutados, por procedimento concursal, nos termos do artigo seguinte, de entre trabalhadores em funções públicas contratados ou designados por tempo indeterminado, licenciados, dotados de competência técnica e aptidão para o exercício de funções de direção, coordenação e controlo que reúnam seis ou quatro anos de experiência profissional em funções, cargos, carreiras ou categorias para cujo exercício ou provimento seja exigível uma licenciatura, consoante se trate de cargos de direção intermédia do 1.º ou do 2.º grau, respectivamente”. O requisito de admissão é aferido por declaração atualizada do serviço em que o candidato se encontra a exercer funções públicas, com indicação da modalidade da relação jurídica de emprego público, por tempo indeterminado, (regime de nomeação ou de contrato), da categoria/carreira e do tempo de serviço na Administração Pública. Remuneração base de 2 645,28€, a que acresce 197,13€ de despesas de representação.

Talento e Promoção da Empregabilidade

Licenciatura, sem possibilidade de substituição do nível habilitacional por formação, ou experiência profissional

Não

Trabalhadores com vínculo de emprego público por tempo indeterminado

2022-54

OE202203/0425

Cargos não inseridos em carreiras - Dirigentes/Chefe de Divisão

Cargo Dirigente

Comissão de serviço

Divisão Municipal de Talento e de Promoção da Empregabilidade

1

2645.28

Este website usa cookies para otimizar a sua navegação.Ler mais Concordar